INTERCAMBI-ARTE:
compartiendo buenas prácticas entre artistas y docentes de España y Portugal

Decorreu de Janeiro de 2014 a Agosto 2015

RESUMO

site_intercambi_arteO projecto envolve a troca de boas práticas ao nível educativo, social e cultural, sendo a arte a ferramenta de transformação, através de metodologias inovadoras utilizadas no MUS-E. É um projecto prático de intercâmbio visando promover a cidadania activa e a aprendizagem ao longo da vida.

Participam directamente 12 voluntários e indirectamente mais de 500 pessoas das rede em ambos os países: voluntários locais, artistas, professores, famílias.

Os voluntários recebem formação específica, trazem a sua experiência pessoal e profissional e recebem informação e formação da rede de acolhimento, criando as bases para uma futura rede de voluntariado internacional MUS-E.

O projecto será avaliado e os resultados serão publicados nos respectivos relatórios anuais de progresso. Cada organização nomeia um líder que irá supervisionar o projecto.

Os períodos de estadia (3 semanas) serão alternados para facilitar o entendimento entre todos os voluntários.

Será desenvolvido um DVD de boas práticas.

RELEVÂNCIA DOS OBJECTIVOS OPERACIONAIS DO PROGRAMA

GRU- OpObj1: facilitar e melhorar a mobilidade na Europa de pessoas envolvidas na educação de adultos, assim como aumentar o seu número.
GRU- OpObj2: melhorar e aumentar a cooperação entre as organizações envolvidas na educação de adultos em toda a Europa
GRU- OpObj4: facilitar o desenvolvimento de práticas inovadoras em educação de adultos e a sua transferência.
GRU- OpObj5: apoiar o desenvolvimento de conteúdos, pedagogias e práticas de aprendizagem ao longo da vida inovadoras e baseadas nas TIC.
GRU- OpObj6 : Melhorar as abordagens pedagógicas e a gestão das organizações de educação de adultos.

ANTECEDENTES E OBJECTIVOS

Antecedentes:

FYME conta com uma rede activa de voluntários com actuação a nível nacional e internacional desde 1999 e a AMP conta com uma rede desde 2013, com actividades durante o ano lectivo 2013/14. Ambas as organizações baseiam o seu trabalho em metodologias inovadoras utiizadas no MUS-E e têm destinatários comuns (crianças e famílias em risco de exclusão social). Ambas as organizações trabalham com professores que precisam de novas ferramentas para complementar as suas actividades de sala de aula (especialmente com este tipo de alunos), e com artistas que necessitam de formação pedagógica.

Motivação:

Necessidade de procurar voluntários comprometidos. Motiva-nos o trabalho para a criação de laços estáveis. Ambas as organizações querem fortalecer o desenvolvimento de projectos comuns e para isso é essencial contar com estruturas de voluntários que conheçam as actividades do país vizinho. Este projecto pretende conseguir a criação de uma rede comum de voluntários que facilite o desenvolvimento de futuros projectos europeus educacionais e sociais comuns. Queremos também integrar as famílias dos alunos na rede de voluntários, e este projecto poder ser um meio para conseguir o seu envolvimento e motivação.

Objectivo geral:

Criação de uma Rede Internacional de Voluntariado através da troca de experiências e de boas práticas entre professores, artistas e familiares voluntários de Espanha e de Portugal. Os professores e artistas seniores informarão e formarão os artistas e professores do país de acolhimento e incentivarão a criação de uma rede comum de voluntários entre os dois países. Os voluntários seniores também partilharão as suas experiências pessoais.

Objectivos específicos:

  1. Formação de voluntários seniores em metodologias inovadoras utilizadas no MUS-E.
  2. Enriquecimento pessoal e profissional dos voluntários seniores.
  3. Cooperação entre voluntários seniores de ambas as organizações: criação de uma rede de voluntariado.

Actividades do projecto:

  1. Participação de voluntários seniores em encontros de formação dos países de acolhimento
  2. Visitas às escolas dos países de acolhimento e intercâmbio de experiências com os professores sobre: diferentes sistemas de educação, medidas para prevenir o racismo e a xenofobia, medidas contra o insucesso escolar, medidas contra o abandono escolar, participação activa das famílias.
  3. Troca de experiências artísticas entre artistas seniores e artistas locais: trabalho em comum nas aulas, experiência por disciplina artística, reuniões conjuntas com artistas e professores locais.
  4. Elaboração de um relatório final sobre as boas práticas para distribuição às redes nacionais.
  5. Criação de um espaço WIKI de intercâmbio contínuo de informação entre os voluntários seniores e os departamentos do voluntariado de ambas as organizações.

Resultados e consequências:

  1. Criar uma rede de voluntariado internacional envolvendo ambas as organizações.
  2. Contar com voluntários seniores motivados e activos em ambas as organizações, para ajudar na formação e informação dos futuros voluntários.
  3. Conseguir uma maior participação das famílias na escola.

GESTÃO DO PROJECTO

Recorde-se que a cooperação entre as duas organizações em torno de um tema / grupo destinatário comum é um objectivo dos Projectos de Voluntariado para Seniores tão importante como o intercâmbio de voluntários em si.

Distribuição de tarefas:

Cada organização nomeará um responsável de projecto, e ambos irão permanecer em contacto contínuo. Os responsáveis de projecto serão as pessoas de referência para os voluntários seniores em ambos os países.

As organizações serão responsáveis pela formação prévia à viagem dos seus voluntários seniores. Serão organizadas reuniões prévias entre os voluntários seniores seleccionados (artistas, professores, familiares das crianças) para facilitar o seu conhecimento.

As organizações de acolhimento serão responsáveis pela formação dos voluntários seniores. As organizações serão responsáveis pela supervisão, organização e coordenação das estadias dos voluntários.

As organizações programarão o itinerário pelas escolas de acolhimento, em coordenação com as equipas de coordenação de professores.

Cada organização avaliará o processo e os resultados do projecto e elaborará um relatório que se anexará ao relatório anual de avaliação apresentado em ambos os países.

Cada organização elaborará um relatório sobre as boas práticas que será partilhado nas respectivas redes nacionais e a nível internacional na rede MUS-E.

logo_proalv
O Projecto Intercambi-Arte foi financiado em Portugal pela Agência Nacional Programa Aprendizagem ao Longo da Vida

Para saber mais sobre o Projeto, visite o link www.mus-arce.org.